sábado, 3 de julho de 2010

odiar não é difícil.

Primeiramente, preciso ressaltar minha decepção em relação a atuação do Brasil, no jogo de ontem.
Fiz o que havia feito em todos os outros jogos, numa tentativa inútil de mandinga: tirei um longo e preguiçoso cochilo.
E quando acordei, fui surpreendida com notícia de que o Brasil estava fora da copa.
Achei que dois fatores foram decisivos nesse jogo: sorte e calma.
Ambas abandonaram o país do futebol, num hora crucial, e deu no que deu.

Saí em busca de informações sobre o jogo, e fiquei impressionada com a capacidade brasileira de encontrar culpados.
Não estou dizendo que concordo com as cacas o Felipe Melo fez.
O que eu quero dizer, é que eles são uma equipe, um time.
E a torcida brasileira (embora hipócrita, por só dar as caras de quatro em quatro anos) também faz parte desse time.

E não cabe a nós julgar o dono da culpa seja ele jogador, técnico, ou até mesmo um rockstar que nada tem haver com história. Acredito até me culpariam se pudessem, mas eu fiz minha parte, eu dormi, como em todos os outros jogos.

Mas enfim, com o foco nessas coisas, comecei pensar, o quanto deve ser difícil ser o Dunga.
E não adianta vir chamar o cara de burro agora, ele fez o que pode, poxa.
Eu que sou semi-leiga no quesito futebol, percebo claramente falta de opções que ele tinha.

Comecei então a pensar em outras pessoas que carregam esse peso da mídia nas costas.
Imagina o quão difícil deve ser, ser a Sandy.
Por que convenhamos, ela pode ter seus fãs e ser bonita.
Mas o tanto de gente que faz piada usando o nome dela, não tá escrito.
Ou quantas pessoas odeiam ela, por simples inveja mesmo.
E sei lá, ser chamada de SandyeJr, a vida inteira deve ser um saco.
Deixando claro, que eu não sou fã da música dela.



E no final, a lição que eu tiro de todo esse bafáfá, é o que toda mãe diz pro filho, o menos uma vez na vida: Devemos sempre nos pôr no lugar das pessoas, antes de criticá-las.

beijos, queijos, e laços de cetim vermelho.

ps: agora é torcer pelas minhas raízes alemãs, go go germany!

3 comentários supimpas:

Le F. Leal disse...

Concordo muito!

Keilla disse...

anda postando tão pouco :S o que houve?

Amelie Heringer disse...

perdãão meninas!
eu sei que to em débito com vocês, mas realmente tá dificinho postar aqui.