quarta-feira, 29 de setembro de 2010

Amie ainda vive.

E está ótima!

faz mais de um mês que eu não dou as caras por aqui, e vou aceitar numa boa as provaveis pedradas que vou receber.
Como sempre, apelativa, peço a compreenssão de vocês, porque aconteceram muitas coisas nesse último mês.
COISAS BOAS, só pra constar.

No post passado eu falei de algumas coisas que eu gostaria de realizar antes de fazer dezoito anos, dentre eles estavam: ir ao nocapricho em são paulo, e conhecer um ídolo teen.
Pois bem.
Consegui os dois! De modo tão magico, que até agora não sei se é verdade ou se foi um devaneio causado por excesso de analgésicos ou antí-histamínicos.

Bem, vou tentar contar tudo de modo genérico e não cansativo.

Há cerca de dois mês atrás, fiquei sabendo que haveriam pacotes de viagem, pra garotas que moram longe de São Paulo.
Fiquei empolgada, e pensei: "seria perfeito!"
Mas não havia pacote pra minha cidade.
A cidade mais próxima seria Curitiba.
Eu pegaria um onibus até lá, e de lá um vôo até São Paulo.
Mas seria muito cansativo, muita função ficar pegando onibus, avião, onibus.

Já havia desistido da idéia, até que fui dar uma olhada no pessoal da comunidade "nocapricho2010 - eu vou!"
E encontrei um tópico de uma menina que perguntava se alguém de Londrina iria, porque ela teria de ir sozinha, e estava meio receosa quanto a isso.
Conversei com ela, e depois de alguns minutos de conversa, ela me ofereceu carona até Campinas, onde ela pegaria o pacote de viagem.
Apenas uma palavra: MI-LA-GRE.

Depois de muita luta pra convencer meus progenitores, finalmente consegui.
Eu comprei meu pacote de viagem.

Eu iria aos três dias de festa da maior revista adolescente do país.
E eu realmente fui!
Deu tudo tão inacreditávelmente certo, que eu fico toda sorrisos de pensar nisso.

Vou resumir cada um dos dias, ou pelo menos tentar.

1º DIA
Saímos em torno de 9h da manhã, rumo a Campinas.
Chegamos lá 15:30, horário combinado de sair da agência.
Claro que o trânsito de São Paulo não dos deixaria sair ilesos.
Até chegarmos no hotel, fazer check-in e nos arrumarmos, fomos chegar na festa 19:40.
Isso me deixou triste, pois perdemos mais da metade da festa, e no terceiro dia perderíamos mais metade pois teríamos de sair a tarde pra poder voltar pra casa a tempo de ir pro colégio no dia seguinte.
Ainda assim foi divertido, aos poucos fomos conhecendo pessoas, e mais pessoas.
Fora o choque de entrar na festa dos sonhos da minha adolescência.

2º DIA

Definitivamente o melhor dia!
Acordei já no hotel - que era maravilhoso, só pra constar - tomei um café reforçado, e fui tentar ficar menos patética, me arrumando um pouco.
Haviam dois tipos ingressos: pista e camarote.
Qual vocês acham que minha mãe concordou em comprar pra mim?
A pista não era tão ruim, eu podia ficar com as minhas amigas, curtir os shows e tal.
Pra quem tinha comprado camarote haviam três pulseiras de cores diferentes, uma cor pra cada dia de festa, no primeiro dia havia sido rosa, a do segundo azul e a do terceiro era amarela.
Nós do pacote de viagem tinhamos de usar uma pulseira de idêntificação, e adivinhem a cor da pulseira?
Azul, exatamente como a pulseira do segundo dia.
E adivinhem o que eu fiz?
É, eu dei um migué no segurança e entrei no camarote.
Minhas amigas não acreditavam na minha cara de pau, mas acabaram me seguindo depois.

Ah, o camarote.
Um buffe a minha disposição, gente bonita e bem vestida, caras bonitos pra todos os lados, pessoal da redação, colírios, vida de garoto, todo mundo estava lá.
Eu ficava o tempo todo me perguntando se eu realmente estava lá, e se aquilo estava mesmo acontecendo comigo.
Até que eu me dei conta que o show da banda ETNA, tinha começado.
E eu havia prometido a uma das minhas melhores amigas que entregaria uma carta dela ao baterista da banda.

Não sabia o que fazer, se eu descesse do camarote e fosse até o backstage, possívelmente seria barrada pelo segurança e mais possívelmente ainda, não conseguiria voltar pro camarote, afinal o segurança nao ia dar a mesma bobeira duas vezes.
Mas uma promessa é uma promessa, e no fim das contas eu já tinha entrado no camarote de penetra, o que mais eu poderia querer?

Desci do camarote e fui tentar entregar a carta da minha amiga.
Naquele empurra-empurra de meninas gritando e chorando, acabei sendo entrando no backstage com alguns fotógrafos.
Eu estava no backstage!
Decidi que ficaria lá até o show acabar pra entregar a carta ao baterista.
Dentro do backstage haviam os colírios do reality da mtv, que estavam no camarim, e do lado de fora ficava a equipe de organização das atrações.
Desse lado de fora conheci duas meninas, de doze anos cada uma.
Fofíssimas.

Uma delas é filha do diretor da chilly beans, e é a cara da Mabi da novela Tititi, hahaha, nem assisto tv, mas várias pessoas paravam ela pra tirar foto achando que era a menina da novela.

Enfim, ela podia fazer o que quisesse, pois a equipe do pai dela havia dado a ela um crachá, mas a amiguinha dela não, e é claro que eu menos ainda, com meu pobre ingresso pista, e minha pulseira azul da agência de turismo, mal poderia usar o banheiro, e ainda corria o risco de ser retirada da festa.

Elas ficavam um pouco tímidas com os colírios, que eu já havia conhecido no camarote, eu tentava quebrar um pouco o gelo, apresentava elas, tirava fotos, e acabei meio que adotando elas lá, hahahaha.

Até que um dos seguranças percebendo nossa presença, veio nos perguntar o que estávamos fazendo lá.
Depois de tudo explicado, ele disse que nós não podíamos ficar lá.
Não sem pulseirinha, e colocou nos nossos braços uma pulseira preta.
Senti meu braço pesando com o poder daquela pulseira.

Não era possível, eu estava usando uma pulseira preta!
A pulseira que da equipe!
A pulseira que dava acesso ao backstage + camarote + pista + palco!
Eu podia sambar pelada lá se eu quisesse.
E na hora que aquele homem pôs a pulseira no meu braço era exatamente o que eu queria fazer.

O que vocês acham que eu fiz?
Aprovetei máááximo que eu pude!
Ficava no camarim com as bandas, comia do buffê deles, brincava com os colírios, ia e vinha do camarote toda hora, fiz tudo que tinha direito.
Foi tudo muuito divertido, conheci muita gente legal, pessoal da equipe da segunda temporada de moda, os modelos, os dançarinos, as camareiras, fotógrafos, e até uma colega de blog minha, que hoje é uma das redatoras da revista.

Mas como tudo que é bom acaba, a noite, quase no final da festa, quando eu e as meninas estávamos no backstage, uma das seguranças veio falar com a gente, fazendo um monte de perguntas e dizendo que a nós não podíamos ficar lá, e que não deveríamos ter pulseira preta já que não estávamos trabalhando. Cortou as pulseiras e nos mandou ficar na pista.

Não sei como, ou porquê, a segurança cortou a pulseira das minhas amigas e não cortou a minha.
Nunca vou entender como isso aconteceu.

A festa acabou, e eu ainda estava com a pulseira no meu braço.
A pulseira que sera válida pro dia seguinte também.

Mas sinceramente, eu já havia me divertido tanto no segundo dia que achava que achava que talvez usá-la no terceiro dia fosse um pouco de abuso da sorte.
Eu passaria o terceiro dia na pista, como tinha de ser.

3º dia

Acordei, tomei banho decidada a passar o dia na pista com as minhas amigas.

Tomamos café com Renan Grassi, que pra minha surpresa, lembrou de mim, e ele foi um dos que eu menos conversei no camarim.
Depois do café a gente foi se arrumar pra ir pro último dia de festa.

E como eu havia programado, passei o dia com as minhas amigas na pista, pegando todos os brindes dos estandes, foi ótimo também, ganhei muita coisa!

Até que a noitinha a fome bateu, e eu muito malandra que sou, pensei: vou até o camarote, como alguma coisa, e volto pra pista com as meninas.
E foi o que eu fiz, ou melhor, foi o que eu tentei fazer.
Mas uma das seguranças, a que não tinha amor no coração.
Falei dela?

No camarote os seguranças internos haviam sido bem legais comigo, encontrei até um conterrâneo do paraná.
Mas tinha uma segurança que eu não faço idéia do porque, não gostou de mim, e enquanto eu subia a rampa pra entrar no camarote, me parou, e começou a fazer mil perguntas, e eu calmamente respondi a todas, sem mentir em nenhuma das respostas.
Mesmo assim, ela quase rasgou minha pulseira preta pra ver se era de verdade, e me fez ir até lá em cima no camarote e chamar a Mabi pra provar que ela era mesmo filha do diretor da chilly beans e bla bla bla.
Segurança chata pra boneco.

Então, essa segurança, estava lá em cima, e enquanto eu conversava com um dos seguranças que havia ficado meu amigo, ela me viu, desceu, deu um sorriso e disse: ' hoje sua amiga da chilly beans não veio, então voce também não vai entrar ' e rasgou minha pulseira!
ELA RASGOU A MINHA PULSEIRA!
Eu ainda pedi por favor pra ficar com ela, eu jurei que só ia guardar, que não ia repassar, muito menos tentar usá-la, mas não adiantou, ela PICOU a minha pulseira na minha cara.

Fiquei bem chateada.
Mas depois parei pra pensar em tudo que eu já tinha feito até aquele momento, só consegui sorrir, feliz de pensar em quão sortuda eu havia sido.

A tardezinha fomos embora pra Campinas, e de lá, voltamos pro Paraná.


O post ficou cansativo, eu sei, mas juro que tentei ser o mais breve possível!
Quem quiser ver as fotos, me procura no twitter, no orkut, ou deixa um comment aqui :)

beijos, beijos, chinelos, chinelos!

Amie Heringer

6 comentários supimpas:

Day disse...

Vc é tããão sortuda!!!
Tem foto com o Federico Devito tb??
Coloca algumas fotos no blog, plssss *-*
Beijãããão(fikei mt feliz por vc e com um pokinho de inveja ;p)

Amelie Heringer disse...

hahaha, obrigada :)
tenho sim, tenho umas três.
logo eu posto todas as fotos aqui.

xoxo, amie.

Haana disse...

C A R A C A S D: você é a pessoa mais sortuda desse mundo, sério, ): meu sonho ir pro nocapricho e acontecer tudo isso que aconteceu com voce HIASHSIA

Amanda disse...

Nossa que bom que teve esse post, achei que vc tinha desistido do blog...ainda bem que não...Nossa como vc é sortuda garota, queria que o aconteceu com vc acontecesse comigo..rsrs. Coloca as fotos pra gente ver...Porfavore!!!!!!
Xau

Liz disse...

Putz! Pra quem vivia cercada pelo azar, parece que a sorte tem sido muito sua amiguinha, né, tia Amie? Muita sorte a sua! Eu vi os dois vídeos e acheei ssuuuuper! Deve ter sido surreal! Eu torço pra que eu tbm possa realizar meus sonhos de adolescente algum dia. Ah, eu amei as roupas que vc usou nos shows! Todas lindas! E, olha, eu fiz meu blog :) Passa lá depois
kiss kiss

Cintia disse...

LONDRINENSE, hoho minha conterrânea.
IR PRO NOCAPRICHO, TIRAR FOTO COM O FÊ DEVITO.. aaaa *-*
sortuda é pouco.