quarta-feira, 25 de março de 2009

cores e sabores musicais.

Chega dessa falta de posts.
E posts com espaços de tempo taum grandes!
De agora em diante me comprometo a postar dia sim, dia não.

mudando e assunto.

As vezes ,eo acho que vejo coisas que as pessoas não veem.
Não no sentindo "I see dead people".
No sentindo de enxergar além do que os olhos podem ver, entende?
É díficil explicar.
Por exemplo.
Eo sinto cores.
E sinto cores,e cheiros em músicas.
Por exemplo.
Ouvir "Fidelity - Regina Spektor".
Gosto de sonho de padaria!
Com aquele açucar de confeiteiro em cima!
Recheado com aquele creme, de algo que eo nao faço idéia do que seja.
Cor, azul bebê.
Hahahaha.
Eo nunca disse que não era estranha.
Quem quiser análise de alguma música é soh pedir!

beijos nas nádegas , Amie

PS: Como eo já havai previsto fui PÉÉÉSSIMAMENTE-MENTE-MENTE-MENTE (merece um eco de taum ruim)na prova de matemática.
E bem na de literatura e história.
Gabaritei literatura!
E errei duas questões em história.

5 comentários supimpas:

Armando disse...

PRONTO, FIZ UM COMENTARIO! AGORA POSTA DE NOVO! te amo :*

Amelie Heringer disse...

UAHUAAUAHUHA

a ausência de commets me deprime!
hahahaha

tambeem amo voce :)

Anônimo disse...

assim, acho q vc devia tentar pesquisar sobre sinestesia no google, pouquíssimas pessoas no mundo comseguem ligar os sentidos desta forma sabe?
beijos :*

Anônimo disse...

"Na Suíça, o programa vai narrar o caso de uma mulher que utiliza seus sentidos para saborear a música. Elisabeth, uma estudante de música de Zurique, tem um talento bem especial. Ela é uma sinesteta, ou seja, uma pessoa que combina involuntariamente três sentidos: o som, a visão e o paladar. Notas musicais fazem com que formas e cores apareçam no seu campo de visão, enquanto várias notas combinadas a induzem a sentir diferentes aromas, que depois são materializados na sua língua. Uma mesma nota ou combinações de notas produzem em Elisabeth as mesmas cores e formas. Essa habilidade de unificar diferentes campos perceptivos advém de uma condição neurológica, conhecida como sinestesia. O tipo de sinestesia de Elisabeth é tão raro que ela é a única pessoa no mundo conhecida por ser capaz de fazer isso. Ela participa de concertos em toda a Suíça e tem usado a sinestesia para obter a afinação perfeita e para memorizar partituras de uma só vez. No entanto, essa mesma habilidade também faz com que ela se sinta muito só e distante de tudo. Com a ajuda dos cientistas, Elisabeth espera compreender sua habilidade e conseguir algo que ela sempre quis em toda a sua vida: sentir-se parte deste mundo."

Parabéns você é especial, não vai mais ter que se preucupar tanto com matemática depois q vc for considerada uma das duas unicas pessoas no mundo com este dom, ah, a fonte é :http://www.discoverybrasil.com/ossuperhumanos/

eu esqueci de passar isso pra vc no úlitimo comentário...espero ter ajudado ou não néh?

beijooos :*

Anônimo disse...

ah...sim, fiquei curiosa com a sua história...vou ficar acompanhando ok? se vc se encaixar no caso posta uma resposta pleeease

pela 3ª
beijos :*