segunda-feira, 20 de julho de 2009

nostagias que vem do nada

Hoje tive um desses acessos de nostagia, que sempre atacam quando eu menos espero.
Encontrei hoje uns videos, de uma músicas japonesas antigas, que eu cantava quando era criança.
Morei até os 3 anos e meio, numa cidadezinha colônia japonesa, onde ainda moram muitos parentes meus, incluindo minha ba-chan. (citada no post anterior)
Imagine uma cidade com muitos, muitos japoneses.
Multiplique por mil.
Isso é Assaí.
Tenho que assumir.
Fui uma criança complexada.
Pensa bem, eu fui criada com meus primos, todos eles falavam mais nihongo (japonês) que eu, mas acho que o fator principal, eram os meus olhos.
Odiava-os, tão grandes, tão redondos.
"Por que eu nao nasci com olhos puxados iguas aos da yumi?" - pensava a pequena Amie.

É até cômico, que hoje eu queira ser mais brasileira, do que japonesa.
Mas me orgulho muito das minhas raízes nipônicas.
É um sangue forte, que predomina muito.

Quando mudei pra cá, tudo ficou diferente.
De repente, muitos olhos redondos a minha volta.
Muita coisa nova aconteceu nesse tempo.

Acabei me tornando mais gaijin(estrangeira), do que nihonjin (japonesa).
No final das contas, eu sou só a boa e velha Amie de sempre.

**Flashback moment**
Assai, casa da tia Aiko, eu a vane correndo no quintal, brincando de todas as brincadeiras imagináveis.
Mas a melhor sempre ficava mais pro final: karaokê.
Minha música favorita era Tyuripu, que nós sempre cantávamos várias vezes seguidas, e tirávamos (sem mentira) sempre 100.
Graças a ela é claro, que pariticipava sempre de torneios de canto em japones, e cantava lindamente.

** end flashback moment **


beijos e queijos babies!

Tia Amie.

2 comentários supimpas:

raphael disse...

assai n é aquela fruta?


e de certa forma eu ja tinha lido o post

Amelie Heringer disse...

nao, sapia, a fruta se chama AÇAI.
assaí, vem na palavra assahi, que em japones significa sol nascente.

:)