sexta-feira, 5 de setembro de 2008

Estranho bizarro


Quando a gente se muda de pais, as pessoas sempre dizem “nao importa o quanto vc goste de la, nao eh a sua casa”, ou “vc vai ser sempre uma imigrante”, ou “vc nunca vai ser igual a eles.”

Tudo bem, eh verdade. Mas o que acontece quando vc tampouco se sentia muito em casa em seu pais tropical? Eu sempre me senti meio esquisita lah no Rio, gostando de coisas diferentes do que os outros gostavam, me irritando com o lixo jogado no chao (o que contnua me irritando aqui!), com as pessoas furando fila, com gente mal educada e sempre tentando bancar a ishperrrta.

Uma das minhas lembrancas mais fortes de escola (alem de ser mandada apara a sala da direcao o tempo todo, discutir com os professores, e coisas assim), eram as pessoas com cara de pastel que me perguntavam: “por que voce esta lendo esse livro?” “porque eu quero”. E a cara de surpresa: “ai, eu nunca li nenhum livro!” (com orgulho!) ou “voce le livro sem ninguem mandar???” (cara de superioridade misturada com pena).

Isso me irritava tanto, mas tanto, que me fazia sentir um peixe fora dagua e me faz lembrar ate hoje com raiva da cultura da burrice que existe no Brasil. Estudar eh ser pateta, ler sem ser obrigado eh ser idiota, aprender eh coisa de nerd imbecil. Certamente isso tem um dedo dos EUA, a nossa matriz que glorifica a ignorancia.

Eh por essas e muitas outras que eu me sinto - de certo modo - confortavel aqui. Porque se eu me comporto diferente, se eu tenho algum habito estranho (tipo entrar no escritorio dando “oi” para todo mundo), fica subentendido que eh porque eu sou brasileira, diferente, imigrante.

Aqui eu tenho uma explicacao para ser diferente. E no Brasil? Lá eu era só diferente e estranha, sem explicacao.


(retirado de: http://www.baxt.net/blog - Bárbara Axt )

8 comentários supimpas:

Felipe Marins disse...

Postar algo que não foi você quem escreveu o jornal já faz...
Por ser um blog pessoal , eu acho que você deveria entrar para o ramo de mídias digitais.Que tal?

Oras , o blog é um espaço dedicado a cultura , não tiro seu mérito de postar o que gosta , porém produzir deveria ser o foco de um blog tão pessoal quanto esse...

Escreva mais ou abilite o google adsense , pois com divulgação de textos dos outros muita gente pode se interessar pelo o que você posta...

Amelie Heringer disse...

três palavrinhas pra vc felipe

VÁ A MERDA!
(y)mala

tenha um bom dia
(:

uma empada sem azeitona...ou não disse...

adoray o texto peri!
não foi vc quem escreveu, mas os que vc escreve tb adoro!
;D
e o blog eh seu e vc posta o que quiser!
esse Felipe que vá a merda msm!
se acha com seus poeminhas!
=D
hahahahahahahahahahha

bjoo

Felipe Marins disse...

pedem pra gente dar uma opinião decente e somos criticados por garotas que ainda não sairam da puberdade...
Complicado...

Realmente a fase romântica da vida é um mal a ser superado...
Pena que nas mulheres essa fase dure muito.

uma empada sem azeitona...ou não disse...

"criticados por garotas que ainda não sairam da puberdade..."

eeh..de certo 18 anos ainda não eh puberdade neh?? por isso que vc já saiu dessa fase, eh um cara maduro, uma pessoa adulta.

"Realmente a fase romântica da vida é um mal a ser superado...
Pena que nas mulheres essa fase dure muito."

e de certo vc não está passando por essa fase neh? pq com esses poeminhas de amor ai..

Amelie Heringer disse...

E PEGAA FOGO NO CABARÉÉ!!
calmaa 'pipous'
eh soh um post
e soh pra reforça:
felipe
VÁ A MERDA
(y)²

Midiã disse...

[e o blog eh seu e vc posta o que quiser!] [2]

gostei do texto...bem legal
só não gostei da dicussão aqui..
cada um tem uma opinião que deve ser respeitada...maiis ainda por parte da dona do blog, que me deixou surpresa com a reação perante uma crítica...
mas ta de parabéns amiga..seu blog tah ótimo!

Felipe Marins disse...

[e de certo vc não está passando por essa fase neh? pq com esses poeminhas de amor ai...]

Se você não consegue entender minha poesia, a falha de entendimento de mundo é sua e não minha...

Quando você lê Machado de Assis , você não pode achar que Bentinho é um modelo que deve ser seguido!

A falta de olhar crítico do mundo causa esse erro comum que você não teve como evitar...Quem sabe quando você conseguir enchergar na palavra mais doque as letras , você entenda o que o poeta quer dizer pros outros quando ele escreve a poesia.

Ps:Ajuda se você começar a ler e perceber o fato que quem ama sempre se dá mal ,traço marcante nos meus poemas...Fora o cunho machista...