quinta-feira, 17 de setembro de 2009

trakinas eternos.


Hoje o dia foi ótimo.
Até as seis da tarde.

Depois das seis, ele começou a ficar ruim, e está terminando péssimo.

Começo o post com uma pergunta que me dá vontade sentar no no chão do meu quarto, fechar a porta e ficar alí sentada encostada na porta chorando.

Porque as pessoas que a gente ama saem da nossa vida?

É tão estranho falar disso, me dá até um medinho.

Uma vez em uma festa ví uma menina chorando no banheiro, e quando a amiga perguntou a causa do choro, ela disse que tinha medo de perder as pessoas que ela amava.

Na hora eu pensei: 'pff, patética, perder pessoas é natural da vida humana'

Mas agora eu a entendendo, de verdade.

São tantos amigos meus, que eu já tive que ver indo embora, que hoje, eu acabo ficando apreensiva, e com medo de perder os atuais.

É como um pacote de trakinas.
Voçê começa a comer, e é ótimo!
É doce, e delicíoso, nada poederia ser melhor que isso!
Mas uma hora acaba, e tudo que resta é a embalagem, com o desenho da bolacha na parte de fora.

A amizade é ótima, as conversas são boas, voces se amam.
Até que um dia, algum dia, algum maldito dia, acaba.
E tudo que restam são as lembranças.

E como voces sabem, eu sou extremamente saudosista.
E posso não chorar no último capitulo da novela (até porque nao assisto novela), mas sou uma chorona quando começo a remexer nas minhas lembranças.

Dói tanto pensar que já acabou, que não dá pra voltar atrás e aproveitar mais.

'Que tema mais clichê Amie!'

Eu sei.
Mas nao consigo me conter, preciso por meus pensamentos pra fora da caixola, antes que ela exploda.
E ela está bem próxima disso.

Pacotes de trakinas nunca deveriam acabar.
E as pessoas que a gente gosta, nunca deveriam sair de perto da gente.

Eu sou o tipo de pessoa que antipatiza com facilidade.
Sou chata mesmo, se eu não gosto de uma pessoa eu definitivamente não gosto daquela pessoa.
Mas quando eu gosto, essa pessoa vai ficar enternamente marcada em mim.
Meus amigos são como fragmetos de mim.
E cada fragmento de Amie é muito importante, quando um deles se vai, tudo fica cinza e confuso.

A idiota saudosista vai tentar tirar um cochilo.

beijos nas testas de voces.
xxxx

3 comentários supimpas:

Bettoni. disse...

Isso me faz lembrar de uma coisa que aconteceu comigo.
Meu irmão e eu nunca fomos dos mais companheiros daqueles que um cai e o outro é q chora de dor mas até hoje mesmo ja fazendo quase dois anos ainda sinto falta dele aqui em casa.Sempre achei q seria demais ser filha unica, mas não é tão bom quando se sabe o q é ter um irmão q apesar de mais velho ta junto com vc pra qndo vc quiser desafar.
Isso me fez lembrar mto dele.
Bjos!

Deehh disse...

Ai amr assim eu começo a me lembrar q esse eh o meu ultimo ano na minha escola e q ano q vem nao vai ser a msm coisa... conversas meio bestas as q eu e minhas amigas jogamos fora todos os dias, ataques de risos tipoo nonsense.. praticamente 10 anos juntos..
Se eu começar a chorar agora a culpa eh tua!! T_T

Enfim.. bjuuss

naniiiee disse...

Amie gatinha que triste que voc está D: 'não te culpo pois me sinto assim também quando vejo minhas antigas fotas.. Mais as vezes algumas amizades são como um pacote de trakinas..Mais outras são que nem água nunca acabam, -rá! gostou da comparação ?! '
Meu amor, a gente sempre consegue superar isso, eu também já perdi muuitos amigos . Mais superei, e hoje to aqui, uma babaca with sentimentos e percebi que os meus novos amigos, são as minhas novas fontes de água.. mais enfim, quero saber quando vem pra Curitiba.. vou pedir um autógrafo pra você !

3bgs,